29 de dezembro de 2014

Líquida

esse meu coraçágua
escorre demais
pra tudo quanto é lado

espera,
medroso,
o tempo em que tudo flua
feito rio jorrando da nascente
- puro,
como se novo:

livre





{coração-água,
aquário que guarda
tantos afetos afeitos
e ainda - e sempre - os desacostumados

meu coraçágua,
desses românticos últimos
e inconsoláveis:
perdidos.}



24 de outubro de 2014

apreensão

Queria lembrar
dos versos que pensei
num momento de epifania
- tão brusca
e ínfima -
enquanto escovava os dentes,


mas não recordo.



(inda tenha um pensamento
C O N S T A N T E :
A gente é igual
no sentimento)


"não fique triste
me promete
nunca desiste
de me amar
passou, passou"


19 de outubro de 2014

Arrebol

o céu
inspira
o sol
e só
amanhã
expira
de volta

respiração de cores
novos ares e calores
num só ato de sobrevivência:
puro oxigênio